Por que valor de Darnold pode cair até o Draft

Por que valor de Darnold pode cair até o Draft

Por que valor de Darnold pode cair até o Draft 150 150 Super Anfitrião
Ninguém ainda pode cravar com total certeza que o New York Jets escolherá um quarterback no próximo Draft, mas as chances de isso acontecer crescem a cada dia. Deste modo, a quase era Sam Darnold deve mesmo estar chegando ao fim, sendo uma troca o cenário mais provável.

Vamos aos fatos: em primeiro lugar, o general manager Joe Douglas declarou publicamente estar disposto a ouvir propostas pelo quarterback, algo que ele não faria se, bem, não tivesse a intenção de negociar Darnold. Em segundo, temos os constantes rumores ligando os Jets a Zach Wilson, calouro de BYU cotado para sair no top 5 do recrutamento. Por fim, há o boato sobre o San Francisco 49ers ter trocado com o Miami Dolphins por ter plena convicção de que New York não descerá da 2ª posição geral do Draft, outro indício fortíssimo a respeito do interesse da franquia em um novo signal caller.

Em suma, parece ser uma mera questão de tempo até Darnold ser trocado. O problema é que quanto mais os Jets demorarem, mais o seu valor tende a se deteriorar, conforme estamos vendo ao longo das últimas semanas.

Mercado só diminui

No começo de fevereiro, especulava-se uns cinco ou seis times que poderiam puxar o gatilho por Darnold. Três já saíram da briga: San Francisco 49ers, Washington e Chicago Bears. Os dois últimos assinaram com veteranos de longa data (Ryan Fitzpatrick e Andy Dalton), enquanto os 49ers abriram mão de três picks de primeira rodada visando subir no Draft e selecionar um novo quarterback.

Assim, o possível mercado de Darnold atualmente resume-se a Carolina Panthers, Denver Broncos e talvez Pittsburgh Steelers, caso a equipe esteja pensando em encaminhar a sucessão de Ben Roethlisberger. É pouca demanda para gerar um leilão capaz de inflacionar o preço e beneficiar New York. Ademais, se ninguém fez uma investida séria pelo signal caller até agora, é improvável que a faça antes do Draft, sobretudo quando pensamos em Panthers e Broncos, franquias que escolhem dentro do top 10 e certamente sonham com algum dos principais calouros da classe.

Então qual o valor de Darnold?

Kimberly Martin, repórter da ESPN norte-americana, afirmou ter conversado com três general managers sobre o preço de Darnold. Todos responderam que seria algo na casa de uma escolha de 3ª rodada ou até uma 4ª condicional. Trata-se de uma projeção bem mais modesta em comparação à pick de 1ª rodada especulada dois meses atrás.

É fácil entender o porquê dessa enorme diferença de valor. Há a questão da diminuição do mercado, como explicamos acima, porém vai muito além disso. Em sua thread, Martin falou a respeito das dúvidas quanto ao talento do jovem quarterback (apesar de, em nossa opinião, ele ainda não merecer o rótulo de bust) e sua complicada situação contratual.

Darnold só tem mais uma temporada de contrato, logo quem o adquirir precisará pensar em extensão, franchise tag ou ativar o 5º ano do seu vínculo de calouro. Em outras palavras, não existe nem o incentivo do acordo amigável em médio prazo. Nenhuma dessas opções sairia barata, demandando um alto investimento financeiro em um jogador que ninguém sabe o quão bom realmente é, por isso nenhum general manager dará uma escolha alta em alguém que no final das contas pode ficar menos de um ano no time.

Por fim, há o fator Josh Rosen. Quanto mais os Jets esperarem (ou forem obrigados a esperar), mais o valor de Darnold despencará. Todo mundo lembra o que ocorreu quando o Arizona Cardinals trocou Rosen só depois de draftar Kyler Murray em 2019. Embora a franquia ainda tenha conseguido uma pick de 2ª rodada do Miami Dolphins – um verdadeiro milagre -, o valor de Rosen derreteu por ele estar claramente com os dias contados em Arizona.

Ver também

Poderíamos também traçar um paralelo com a situação de Jimmy Garoppolo nos 49ers após o recente trade up. Enfim, o ponto é: Darnold se tornará menos e menos valioso conforme as semanas forem passando, pois New York vem dando todos os sinais de que ele não está mais nos planos. Assim, quem quererá trocar por um quarterback cheio de questionamentos e que daqui a pouco pode até acabar sendo cortado?

Os Jets provavelmente gostariam de ter resolvido esse problema antes, mas não conseguiram e agora estão com a corda cada vez mais no pescoço. Recuperar a 3ª escolha geral gasta em Darnold já era impossível, agora pode ser que New York não consiga nem uma pick de 2º dia.

Para saber mais:
NFL aumenta temporada regular: confira os melhores jogos
Mural do Assinante: Como foi a free agency dos Patriots?
5 times sob o radar que podem surpreender em 2021
Curti: 10 times que ainda precisam resolver buracos no elenco via Draft
Comentários sobre esta ou outra matéria? Algo que você quer dizer ao mundo? Perguntas? Use nosso Atendimento ao Assinante e faça o ProFootball junto conosco. Clique aqui!



“prmo"

Fonte: http://profootball.com.br/afc-east/por-que-valor-de-darnold-pode-cair-ate-o-draft/

Share

O que achou? Deixe seu comentário:

💼 Explore o setor com nossas soluções: invista em uma franquia Super Anfitrão! 

X
error: Conteúdo indisponível.