8 franquias que ficaram mais baratas durante a pandemia – Pequenas Empresas Grandes Negócios

8 franquias que ficaram mais baratas durante a pandemia – Pequenas Empresas Grandes Negócios

8 franquias que ficaram mais baratas durante a pandemia – Pequenas Empresas Grandes Negócios 150 150 Super Anfitrião

Vitrine com descontos (Foto: Artem Beliaikin / Pexels)

Vitrine com descontos (Foto: Artem Beliaikin / Pexels)

Com o desemprego em alta, por conta da pandemia do novo coronavírus, o setor de franquias se torna uma das portas de entrada para o empreendedorismo. De olho nessa oportunidade e também na necessidade de revisão de custos internos, muitas redes conseguiram ficar mais baratas, diminuindo o valor inicial de investimento. Em algumas marcas, as reduções chegam a quase 80%.

Em quase todos os casos, o desconto ocorreu na taxa de franquia, que é o valor pago pelo direito de uso da marca. Para isso, as redes revisaram custos de operação, estoque e fornecedores.

No entanto, antes de investir em uma franquia, o empreendedor precisa fazer uma autoanálise para saber se tem perfil de franqueado e se certificar de que a rede realmente entrega tudo o que é prometido. Para isso, especialistas aconselham a pesquisar a respeito da marca e consultar atuais franqueados, que podem dar um panorama mais realista da gestão. Os contatos deles constarão da Circular de Oferta de Franquia (COF), documento que deve ser entregue pela franqueadora logo nos primeiros contatos.

Confira algumas redes que reduziram o valor de investimento durante a pandemia:

Unidade da rede Credfácil (Foto: Divulgação)

Unidade da rede Credfácil (Foto: Divulgação)

1. CredFácil
A rede tem 280 franquias abertas e pretende chegar a 400 em 2020. Como trabalham com empréstimos, tiveram uma alta demanda durante a pandemia, com crescimento de 28% no faturamento.

No Modelo Loja, o investimento anterior era de R$ 38.900 e agora caiu para R$ 29.900. De acordo com a empresa, a justificativa é que empreendedores de outros setores passaram a procurar a rede para investir e eles resolveram flexibilizar os valores para conseguir capilaridade.

2. É Seguro
Atualmente, a rede de seguros possui 220 unidades e pretende abrir mais 40 operações ainda em 2020. Com a pandemia, a marca renegociou todos os valores com os fornecedores e agregou os custos dentro do investimento inicial. Nos três primeiros meses, o empreendedor ainda terá isenção de sistemas operacionais.

Eles trabalham com dois modelos de negócios. Confira as condições – os dois modelos já contemplam capital de giro estimado:
Franquia Comercial: o valor total caiu de R$ 45.900,00 para R$ 34.900,00
Franquia Home Office: o valor total caiu de R$ 23.900,00 para R$ 17.900,00

Unidade da Ecoville (Foto: Divulgação)

Unidade da Ecoville (Foto: Divulgação)

3. Ecoville
A franquia de produtos de limpeza tem 311 unidades e pretende chegar a 400 ainda neste ano. De acordo com a empresa, a opção do empreendedor de usar o próprio veiculo para entregas, além da redução do estoque inicial, ajudou a diminuir a necessidade do aporte inicial.

Antes, o investimento inicial era de R$ 57.000, incluindo a taxa de franquia, capital de giro e estoque inicial. Agora, baixou para R$ 34.900.

Gigatron (Foto: Divulgação)

Gigatron (Foto: Divulgação)

4. Gigatron
Com 52 unidades abertas, a franquia de tecnologia pretende expandir para cidades de até 100 mil habitantes com a microfranquia Software, que tem foco no pequeno e médio varejo, prestadores de serviço e restaurantes.

Antes, o investimento total para abrir uma franquia Software da Gigatron era de R$ 10.750, incluindo taxa de franquia, capital de instalação e capital de giro. Agora, esse valor caiu para R$ 2.750. De acordo com a marca, o ajuste se deu pela redução significativa na taxa de franquia para cidades menores.

5. Jan-Pro
A rede de limpeza comercial tem mais de 400 unidades em operação e quer abrir mais 100 ainda em 2020. O segmento cresceu durante a pandemia e a rede percebeu que poderia atrair mais empreendedores com a redução significativa da taxa de franquia.

Antes, o investimento inicial total era de R$ 49.950 (incluindo a taxa de franquia e os insumos, acessórios e equipamentos); agora, caiu para R$ 37.800.

Mr. Fit (Foto: Divulgação)

Mr. Fit (Foto: Divulgação)

6. Mr. Fit
A rede de alimentação saudável tem 180 unidades e quer chegar em 300 em 2020. Para isso, apostou na redução da taxa de franquia, como forma de ganhar capilaridade, e buscar a diferença na venda de produtos.

Antes, o investimento total era de R$ 17.450 (incluindo insumos, 100 refeições iniciais e um freezer adesivado). Agora, o valor total caiu para R$ 6.250.

Fachada da Nails2You (Foto: Divulgação)

Fachada da Nails2You (Foto: Divulgação)

7. Nails2You – Esmalteria e Estética
A franquia de estética tem 20 unidades e pretende chegar a 65 até o final do ano, com o aporte da aceleradora 300 Franchising. O valor não foi revelado.

Para reduzir o investimento necessário, a rede apostou em um projeto arquitetônico mais clean, com redução de bancadas de atendimento e funcionários, reduzindo a taxa de franquia e o capital de giro necessário. Antes, era necessário investir R$ 174.900 para ter uma franquia da Nails2You. Agora esse valor caiu para R$ 75.990.

8. Paper Pão
É uma franquia de publicidade em saco de pão, criada em 2016. O franqueado fatura com a venda dos espaços publicitários. Atualmente, a rede tem 15 unidades em todo o país e espera chegar a 30 ainda em 2020.

De acordo com eles, o negócio cresceu na pandemia e conseguiu renegociar valores com todos os fornecedores. Dessa forma, o investimento inicial, que era de R$ 5.200, passou para R$ 4.500. Além disso, os novos franqueados são isentos do pagamento de royalties durante quatro meses.

Fonte: https://revistapegn.globo.com/Franquias/noticia/2020/07/8-franquias-que-ficaram-mais-baratas-durante-pandemia.html

O que achou? Deixe seu comentário:

💼 Explore o setor com nossas soluções: invista em uma franquia Super Anfitrão! 

X
error: Conteúdo indisponível.