Presidente da ABIH Nacional participa de evento em Barcelona

Presidente da ABIH Nacional participa de evento em Barcelona

Presidente da ABIH Nacional participa de evento em Barcelona 150 150 Super Anfitrião

O presidente da ABIH Nacional, Manoel Linhares continua sua maratona pelo país divulgando e convocando os profissionais da hotelaria e áreas afins para A 61ª edição do Conotel/Equipotel 2019 que será realizada nos dias 8, 9 e 10 de maio em Goiânia. Em contato direto com o DIÁRIO DO TURISMO, Manoel adiantou que na semana que vem parte para Barcelona, Espanha, para participar do ReformBnb, evento mundial que discute a regulamentação das habitações compartilhadas, comumente conhecidas como AirBnb.

REDAÇÃO DO DIÁRIO com agências

“É consenso, em diversos países, que é necessário estabelecer regras comuns para todos que atuam no mercado de hospedagem e novas formas de comercialização, trazidas pelas plataformas on-line, como o AirBnb”, afirma Manoel ao DT. “Vamos poder conhecer que medidas estão tomando outros países para regulamentar o setor em busca de melhores práticas, construindo um consenso global para coordenar ações mais efetivas e conjuntas em torno dessa questão”, explicou Linhares.

O ReformBnb acontece em Barcelona, no dia 28 de abril. A primeira edição, ocorrida em novembro passado em Nova York, reuniu presidentes e diretores de diversas associações de hoteleiros de 31 cidades, de 22 países, entre eles, Estados Unidos, Austrália, Japão, Israel, Argentina, Canadá, Itália, Espanha, Portugal e França. O encontro é organizado por Philippe Villin, hoteleiro e membro fundador do Ahtop (Associação da Hotelaria Francesa), e Vijay Dandapani, presidente e CEO da Associação de Hotéis de Nova York.

No evento nos Estados Unidos, em 2018, o representante do setor hoteleiro francês apresentou os detalhes da regulamentação da atividade no seu país que já está em vigor desde o ano passado. “A lei francesa limita o número de noites no Airbnb em 120 por ano. O locatário também é obrigado a declarar quantas noites foram alugadas durante o ano à prefeitura. Se ele exceder esse número, se exporá a pesadas multas. Em outras capitais, como Londres ou Amsterdã, a limitação é de 60 dias e há uma exigência para que os locatários obtenham uma licença específica”, afirmou Philippe Villin. Para Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional, as experiências desses países podem ser uma referência para o mercado brasileiro.

Fonte: https://diariodoturismo.com.br/presidente-da-abih-nacional-participa-de-evento-em-barcelona-que-discute-politicas-de-hospedagem-compartilhada/

O que achou? Deixe seu comentário:

💼 Explore o setor com nossas soluções: invista em uma franquia Super Anfitrão! 

X
error: Conteúdo indisponível.