8 pilares do marketing digital para hotéis

8 pilares do marketing digital para hotéis

8 pilares do marketing digital para hotéis 150 150 Super Anfitrião
marketing digital - hsystem - promo

Registrar altos índices de ocupação com boas diárias médias é o sonho de todo hoteleiro. Em tempos de crise, um resultado parece estar cada vez mais difícil. Felizmente, atualmente o setor pode se beneficiar de muitas ferramentas que prometem elevar a visibilidade dos negócios na web. Para alcançar os resultados esperados, boas estratégias de marketing digital são os primeiros passos.

Entretanto, para conseguir potencializar a performance dos empreendimentos não basta resumir as ações online em site e redes sociais. Por trás de números satisfatórios existem técnicas avançadas que auxiliam a distribuição e a aquisição de vendas diretas.

Sabendo da relevância de criar estratégias de marketing, a HSystem em parceria com a Reprotel desenvolveu um e-book voltado ao setor hoteleiro com o objetivo de direcionar os empreendimentos para ações digitais mais assertivas.

“Com tantos novos entrantes no mercado de vendas digitais e e-commerce, hoteleiros agora têm que fazer além do básico para se manterem à frente da concorrência”, comenta Diego Corrêa, CMO da HSystem.

Marketing digital: pilares

1- Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita e essencial para tirar os hotéis do escuro, dando acesso a dados precisos. Desta forma, os empreendimentos terão relatórios avançados de:

  • E-commerce: um grande erro na análise dos hotéis é eliminar a mensuração de subcanais relacionados às reservas diretas. Google Ads, email marketing, anúncios do Facebook e Redes Sociais são alguns dos canais que podem contribuir nos resultados.
  • Metas: as metas são todos os dados mensuráveis que vão trazer vendas após determinada ação do viajante dentro do seu site. Não conseguimos com o Google Analytics ter os dados de vendas realizadas por telefone, email e WhatsApp, mas conseguimos mensurar quantos viajantes submeteram um formulário de orçamento; clicaram no botão do Whatsapp; cadastraram na lista de email marketing ou clicaram no botão “Telefone”.
  • Eventos: eventos são todos elementos que podem ser mensurados no seu site. Ou seja, esse relatório mostra quantos clientes assistiram um vídeo, clicaram em um botão reservas, acessaram o motor de reservas, abriram um chatbot, e outros. Entender os eventos ajudam você a saber quais os elementos mais importantes e que mantêm o cliente nos seus canais por mais tempo.

2- Website

Considerada a maior ferramenta de vendas, duas páginas do site possuem um enorme peso na tomada de decisão: home e página de promoções. O cliente quer tomar rápidas decisões quando está num site de hotel, por isso, seu site deve ser rápido, persuasivo, ter ótimas fotos e um bom texto, e também precisa dos apoios de venda: o que chamamos de call to action.

Os call to actions são botões que eliciam a ação de continuar a compra, e devem estar visíveis sempre que houver uma peça importante do seu site por um simples motivo: ele representa o caminho da conclusão da compra.

  • Home: deve ser um resumo do site, com as informações mais importantes sobre os apoios de vendas. É nessa página onde está sua principal chance de impactar os clientes, então vale destacar as principais vantagens de seu hotel como parcelamento, café da manhã gratuito, criança cortesia, etc.
  • Página de promoção: uma vez que a “Home” já despertou um interesse inicial pela sua propriedade, oferecer uma condição promocional para aqueles que já estão na fase de consideração de compra é uma ótima estratégia. Aproveite feriados e datas comemorativas para ter novas ideias de promoções.

3- SEO

Velho conhecido não só da hotelaria, mas de qualquer segmento que utilize técnicas de marketing digital, o SEO proporciona um bom ranking na busca orgânica por termos no Google, gerando mais tráfego para seu site. Entretanto, existem 2 fatores que jogam contra o site do hotel nesses cenários.

Intenção de pesquisa para a palavra “hotel no destino”, o Google entende que, quando um usuário pesquisa “hotel em Porto Seguro”, ele quer uma lista de hotéis. Sendo assim, ele favorece as OTAs, que oferecem inúmeras opções de hospedagem no destino de interesse.

Outro ponto, é que seu site, mesmo conseguindo se posicionar para a palavra-chave “hotel em Porto Seguro” vai enfrentar concorrência de anúncios do Google Ads e das OTAs dominando as primeiras posições nos resultados, que variam por geolocalização. Isso torna difícil alcançar resultados consistentes de primeiras posições.

4- Marketing de conteúdo

A combinação de um bom processo de SEO com estratégias de marketing de conteúdo pode aumentar consideravelmente o tráfego. Ter um blog dentro do seu site e criar conteúdo que é de interesse do seu hóspede é uma estratégia extremamente eficaz no processo de aquisição de novas reservas diretas.

5- Anúncios

Uma grande ajuda para essa análise do Google Analytics é utilizar os relatórios de e-commerce citados anteriormente, que proporcionam dados reais sobre o retorno do seu investimento nos anúncios. Ao trabalhar com análises dessa forma, seu orçamento resultará efetivamente em reservas ou em dados qualitativos para melhoria das suas campanhas.

  • Proteja sua palavra-chave: você já deve ter notado que muitas OTAs anunciam para o nome do seu hotel no Google. E se elas fazem isso, é porque conseguem bons resultados. Invista na sua marca! Assim, quando seu hotel for pesquisado no Google pelo próprio nome, seu site aparecerá no primeiro anúncio. Não deixe que concorrentes, OTAs, ou outros competidores sejam donos da sua palavra chave mais importante.
  • Rede de display: existe também um outro ambiente muito importante, que merece atenção: a Rede de Display. Ela é composta por milhões de sites, vídeos e aplicativos onde você pode exibir anúncios gráficos e banners. Um exemplo de estratégia que pode gerar um ótimo resultado é anunciar dentro do TripAdvisor, utilizando a Rede de Display do Google. Imagine o viajante visitando o perfil do seu concorrente e visualizando um anúncio seu, convidando ele para conhecer o site do seu hotel, nesta mesma página.

6- E-mail marketing

O e-mail é um canal de comunicação interessante, pois possui pouca distração, diferente das redes sociais. Atenção é a principal moeda de troca da internet.

  • Captura de leads: ter um mailing qualificado faz toda a diferença nas suas campanhas de e-mail marketing. Uma estratégia de resultados para aumentar sua base de e-mails é sempre pedir o e-mail do cliente como moeda de troca quando for oferecer um cupom ou uma vantagem para reservar.
  • Pop-ups: uma das táticas comuns é utilizar um pop-up para oferecer um desconto e solicitar o contato de e-mail do hóspede. É uma das formas de chamar a atenção e iniciar um processo de vendas. Assim, seu hóspede encontrará uma vantagem clara em comprar direto por ali e você ainda receberá informações para que possa trabalhar outras estratégias de marketing.
  • Automação de marketing: automatizar seu marketing é, basicamente, desenhar a jornada de compra que faz mais sentido para a maioria dos seus clientes e construir artefatos para interagir automaticamente com eles. Uma automação simples e poderosa para ativação é oferecer um cupom de desconto. Um slider de boas-vindas no seu site: 5% OFF, cadastre-se e receba seu cupom de desconto.

7- Reputação

Boas avaliações são essenciais para elevar os resultados de qualquer empreendimento, seja ele hoteleiro ou não. Para melhorar isso, aposte em fotos nas redes sociais. O Instagram e o Facebook valorizam muito as imagens. E quanto menos personalização e arte gráficas nas fotos, melhor. Tenha em mente que se relacionar com os clientes pelas redes sociais faz parte da experiência do hóspede, e é essencial para conquistar avaliações 5 estrelas.

8- Redes sociais

Na era dos influenciadores digitais, não deve demorar para que seu hotel receba contatos dessas personalidades das redes sociais trazendo propostas de parceria, e algumas delas podem ser interessantes. Um dos pontos negativos dessas parcerias é a dificuldade de mensurar resultados.

São estratégias com foco em branding, ativação de marca e aumento de seguidores qualificados, para em uma segunda etapa de relacionamento, gerar reservas. Uma estratégia interessante, que vai potencializar os resultados, é anunciar para o público específico desse influencer, aumentando o alcance dos publiposts.

O e-book da HSystem está disponível na íntegra pelo link.

(*) Crédito da foto: Pixabay

Fonte: https://www.hoteliernews.com.br/8-pilares-do-marketing-digital-para-hoteis/

O que achou? Deixe seu comentário:

💼 Explore o setor com nossas soluções: invista em uma franquia Super Anfitrão! 

X
error: Conteúdo indisponível.