Veja como não cair em golpes na hora de alugar uma casa na praia

Veja como não cair em golpes na hora de alugar uma casa na praia

Veja como não cair em golpes na hora de alugar uma casa na praia 150 150 Super Anfitrião
Crédito: PxHere

Com a chegada do verão, aumenta a procura por casas em praias (Crédito: PxHere)

Com a chegada das festas de final de ano e do verão, cresce a procura por casas de temporada principalmente nas regiões litorâneas do Brasil. O Procon tem algumas recomendações para que os consumidores evitem cair em golpes na hora de escolher o lugar onde passar as férias. Confira abaixo algumas dicas:

Preço

Evite alugar casas em que o proprietário ofereça um valor muito abaixo do que vale. É possível ter uma noção do valor do aluguel que geralmente é pedido naquela área procurando em sites confiáveis. Com isso, o consumidor pode comparar se o preço é adequado ou não. A maioria dos golpes são aplicados com casas incríveis e por um valor bastante acessível, o que atrai facilmente muitas pessoas.

+ Azul oferecerá ‘seguro covid’ grátis em viagens para EUA e Europa
+ Nordeste brasileiro e EUA são os destinos favoritos para viagens em 2021

Formalidade

Hoje, há vários aplicativos que facilitam o aluguel de casas de temporada. Isso é importante por trazer formalidade ao acordo. Propostas informais podem resultar em problemas para quem está alugando, já que não é possível provar o que foi estabelecido.

Todas as regras e normas acordadas entre o locador e o locatário devem estar no contrato, mesmo que a viagem dure apenas um final de semana. O Procon indica que é bom estabelecer as condições gerais do imóvel e o que está incluso, como taxas de limpeza e de serviço, por exemplo.

Pagamento

Esteja atento em relação às formas de pagamento. Se o anunciante pedir para que você deposite na conta de terceiros, desconfie. Muitos utilizam nomes falsos para realizar o anúncio e utilizam contas de “laranjas” para receber os valores.

Lei

Se as condições da casa forem diferentes do que foi prometido, o locatário tem o direito de exigir a devolução do valor pago, usando o artigo 35 do Código de Defesa do Consumidor. É necessário desistir de ficar no imóvel para ter o reembolso. Também é possível negociar um abatimento no preço, se a pessoa desejar permanecer no imóvel.

Veja também

+ Carreira da Década – Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais

+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa

+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica

+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Cinema, sexo e a cidade

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

Fonte: https://www.istoedinheiro.com.br/veja-como-nao-cair-em-golpes-na-hora-de-alugar-uma-casa-na-praia/

O que achou? Deixe seu comentário:

💼 Explore o setor com nossas soluções: invista em uma franquia Super Anfitrão! 

X
error: Conteúdo indisponível.