Ideias de como decorar e cativar no Airbnb

Ideias de como decorar e cativar no Airbnb

Ideias de como decorar e cativar no Airbnb 150 150 Super Anfitrião
A aquisição de imóveis para aluguel permanente ou de temporada voltou a ser uma modalidade de investimento interessante para quem procura negócios menos arriscados. Com os títulos de renda fixa gerando pouco lucro por conta das baixas taxas de juros, ter um bem que gera renda se tornou uma opção atrativa para os investidores conservadores. Mas como garantir que o imóvel proverá lucro? Além de uma boa localização, uma decoração bem pensada pode ser um fator determinante no sucesso do investimento. 

“Atualmente, tenho muitos clientes investindo neste tipo de negócio, em bairros da Zona Sul e na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Para se ter uma ideia, com o mês de dezembro inteiro alugado, o cliente consegue pagar as despesas do ano inteiro do apartamento, entre IPTU e condomínio. Mas, para isso, o apartamento precisa estar impecável, já que a oferta é grande. Neste caso, a arquitetura de interiores e a decoração se tornam um grande diferencial”, conta a arquiteta Kelly Figueiredo.

Confira mais algumas dicas e aspectos:

1. Durabilidade
Projetado especialmente para ser anunciado no Airbnb, este apartamento na Barra da Tijuca apresenta soluções pensadas especialmente para o imóvel de temporada. A arquiteta Kelly Figueiredo optou por usar o piso de porcelanato acetinado, já que o polido arranha com mais facilidade e de uma cor que não fosse branca, para não mostrar as manchas tão cedo.

A marcenaria foi executada com materiais mais resistentes, evitando acabamentos com laca e folhas naturais de madeira, que mancham e lascam com mais facilidade. Nos tecidos, cores mais escuras foram priorizadas, assim como fibras mais resistentes e materiais mais fáceis de limpar, como seda e couro sintético.

Com o objetivo de evitar pintura todo mês, a circulação foi revestida com MDF, a parede principal recebeu tijolinho e as outras ganharam cimento queimado.

Portas de correr podem isolar ou integrar o quarto (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio)
Portas de correr podem isolar ou integrar o quarto (Foto: Denilson Machado / MCA Estúdio)

2. Décor x Localização
Entender o tipo de hóspede que o local do seu imóvel atrai é essencial para pensar na decoração. Tendo a Praça da República como jardim, este apartamento de 50 m², no centro de São Paulo, foi projetado pelo Superlimão Studio para ser alugado. A decoração foi pensada pra um morador ou hóspede com perfil de jovem adulto, que busca um espaço funcional e prático para o dia a dia. Tendo isso em mente, foram escolhidos materiais neutros, como o piso de madeira e a marcenaria em tons de cinza e azul.

Com decoração neutra, o apartamento para aluguel, do empreendimento Setin República, foi pensado para um jovem adulto moderno (Foto: Reprodução / Escanhuela Photo)

 3. Despersonalização
Segundo a tendência home staging, que reúne dicas para imóveis de aluguel, os ambientes neutros, em bom estado de conservação, despersonalizados e com uma decoração atraente e aconchegante são alugados com mais facilidade. O ideal é que não haja elementos muito específicos de algum estilo ou que reflitam uma identidade única, como posteres de bandas.

Projeto de Luiza Altman para um apartamento do Airbnb que foi alugado em 10 dias (Foto: Luiza Altman / Divulgação)

4. Espaços otimizados
Neste apartamento de 27 m², o escritório Tria Arquitetura usou elementos vazados para criar espaços delimitados, garantindo privacidade ao futuro morador e fugindo do modelo quarto de hotel, em que, ao entrar, você se depara com a cama, a escrivaninha e uma pequena cozinha. Feito sob medida, um móvel de madeira funciona como base da cama, sofá, banco para a mesa de jantar e baú.

Studio de 27 m² na Vila Olímpia tem espaços bem delimitados para evitar impressão de quarto de hotel (Foto: Divulgação/Alessandro Guimarães)
Studio de 27 m² na Vila Olímpia tem espaços bem delimitados para evitar impressão de quarto de hotel (Foto: Divulgação/Alessandro Guimarães)

5. Funcionalidade
Ao contrário do estúdio acima, este apê de 30 m², projetado por Leandro Neves, é inteiramente conectado, permitindo um bom aproveitamento da luz natural e facilidade na circulação. Os ambientes podem ser isolados por portas de correr e cortinas. Cores sóbrias dominam a decoração e o destaque fica por conta das texturas. O aparador tem múltiplas funções, servindo de banco para a mesa, tendo gavetas para armazenamento de objetos e se estendendo até a estante. Os materiais seguem a regra do melhor custo-benefício.

Os 30 m² são iluminados pelo janelão ao lado da cama. A luz transborda dali e chega até a cozinha em prisma (Foto: Divulgação)

6. Neutro e confortável
Este apê de 45 m² foi pensado para uma jovem que viaja bastante e aluga sua casa para turistas estrangeiros quando está fora. As profissionais do escritório Messa Penna optaram por combinar elementos cimentícios com madeira natural. Tons de azul escuro, rosa, branco e marrom compõem a paleta de cores.

Pensando nos conforto dos hóspedes e na moradora, o piso de madeira de demolição foi o ponto de partida para trazer aconchego ao apartamento (Foto: Marco Antonio / Divulgação)

Fonte: https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Jardim/Decoracao/Ideias/noticia/2021/03/apartamento-para-alugar-6-ideias-de-como-decorar-e-cativar-inquilinos.html

O que achou? Deixe seu comentário:

💼 Explore o setor com nossas soluções: invista em uma franquia Super Anfitrão! 

X
error: Conteúdo indisponível.